Home ] Projektbeschreibung ] Datenbankstruktur ] Autoren/Werke ] Online-Texte ] [ Em português ]

Presentação do projeto ] Estrutura do ARLB ] Coleção de textos ] Gêneros e claves ] Participe! ] Ecos ]

  

 

W. Lustig - 19.11.02
Contato no Brasil:
Rainer Domschke
rainer@mail.yadata.com.br
 

  

O Atlas Digital das Literaturas Regionais do Brasil e Regiões Adjacentes

é um projeto interdisciplinar iniciado pelo Instituto de Geoinformática da Escola Superior Técnica de Mainz (Alemanha) e Wolf Lustig do Seminário de Filologia Românica da Universidade de Mainz que conta com o apoio do Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da Universidade Federal de Santa Catarina, através do NELOOL.

O projeto tem o objetivo de elaborar um registro o mais exaustivo possível sobre a produção literária no âmbito do regionalismo, como trabalho prévio e imprescindível para interpretações e avaliações mais aprofundadas.

A pesar de que actualmente o Regionalismo não goza de muito prestígio entre a crítica literária brasileira, ganhou certa actualidade nos últimos anos a raiz de discussões acerca de novos regionalismos. Além disso, as correntes regionalistas têm sido, na história da literatura brasileira, uma perpétua raiz e fonte de inspiração para esta literatura que se move entre os pólos do regional, nacional e universal.

O Atlas Digital das Literaturas Regionais do Brasil está concebido como instrumento para novas aproximações à literatura “regionalista” brasileira que queiram investigar o carácter geral dessa tendência, sua continuidade histórica e cobertura nacional. 

O projeto se constitui por uma base de dados que já reune informações sobre 189 autores “regionalistas”, de todas as regiões do Brasil, com 540 obras publicadas entre 1837 e 1999

O eixo das informações constitui uma tabela ou base parcial referente a lugares: lugares de nacimento e falecimento dos autores, de publicação das obras e, sobretudo, dos cenários das obras.

A partir desta base de dados, um sistema geo-informático permitirá, pela primeira vez, visualizar e correlacionar as numerosas e heterogéneas actividades literárias nas diversas regiões em diagramas e, sobretudo, em mapas. Uma versão de prova se pode consultar atualmente em 

http://www.romanistik.uni-mainz.de/arlb/probe/

O sistema está concebido com vistas a um alto grado de interactividade: o usuário deve ter a possibilidade de combinar livremente os critérios das suas pesquisas e também decidir ele mesmo a configuração dos resultados e a sua forma de representação. É isso que define o carácter aberto do projeto para o futuro usuário.

Também ficará aberto para informações novas. Não será como um livro escrito e terminado de uma vez para sempre, de caráter definitivo, mas conservará a sua condição de obra aberta ainda depois de autorizar-se o seu uso público. 

No curso de 2001, uma primeira versão do Atlas será acessível na Internet e, a mais tardar em meados 2002, sairá também em forma de CD-ROM. Todo o projeto é concebido para ser bilingüe alemão-português.

Esperamos também poder despertar a disposição dos usuários residentes no Brasil para nos ajudarem na coleta do material. Será nesse sentido – e sem interesse comercial algum, porque o Atlas será de acesso totalmente gratuito – que estamos fazendo um pouco de publicidade e estariamos gratos por qualquer colaboração no sentido de propagar o conhecimento do nosso projeto. 

Contato no Brasil: Rainer Domschke, e-mail: rainer@mail.yadata.com.br

 

Ein interdisziplinäres Projekt von Wolfgang Böhler Institut für Raumbezogene Informationstechnik (i3mainz), Wolf Lustig, Romanisches Seminar der Johannes Gutenberg-Universität Mainz, und Alai Garcia Diniz, Zentrum für Kommunikation und Sprache der Bundesuniversität von Santa Catarina, Florianópolis (SC) - Brasilien

Um projeto interdisciplinar entre Wolfgang Böhler Instituto de Geoinformática da Escola Superior Técnica de Mogûncia (i3mainz), Wolf Lustig, Seminário de Filologias Românicas da Universidade Johannes Gutenberg-Universität de Mogûncia e Alai Garcia Diniz, Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis (SC) - Brasil